Só + 1 pouquinho

“Só + 1 Pouquinho” é o nome do novo espetáculo infantil do grupo Barbatuques, baseado em dez composições inéditas criadas pelos artistas do grupo nos últimos dois anos. Fundado há mais de 20 anos, o grupo se dedica à pesquisa e ao desenvolvimento de uma linguagem musical própria, baseada em sons produzidos pelo corpo e pela voz. Ao longo dessa trajetória, já estreou cinco espetáculos: “Corpo do Som”, “Indivíduo Corpo Coletivo”, “TUM PÁ”, “AYÚ” e “Barbatuquices”; gravou 4 CDs e 2 DVDs e se apresentou em mais de 20 países ao redor do mundo.

Destinado ao público infantil, “Só + 1 Pouquinho” é o terceiro espetáculo do grupo voltado para essa faixa etária. O primeiro foi “TUM PÁ”, que estreou em 2011 e foi registrado em DVD em 2014, tendo realizado apresentações em diversos SESCs e teatros da capital paulista, além de outras cidades do país, como Belo Horizonte, Rio de Janeiro, Fortaleza, Brasília, Curitiba, Areias (PB), Ribeirão Preto (SP), São Carlos (SP), São José do Rio Preto (SP), Bauru (SP), entre muitas outras. Em 2016 o grupo estreou “Barbatuquices”, uma aula-espetáculo bastante interativa, onde o público é convidado a aprender um pouco das técnicas de percussão corporal e tocar com o grupo as músicas de seu repertório. O espetáculo esteve em cartaz no Teatro Morumbi Shopping, no Teatro Folha e no Teatro Vira da Lata, tendo realizado também inúmeras apresentações para escolas das redes estadual e particular de São Paulo.

Desde a gravação do CD TUM PÁ, em 2012, o Barbatuques sonha em produzir um novo repertório para o público infantil, que possa aprofundar essa relação tão verdadeira e direta com as crianças, relação que iniciou-se desde o início da trajetória do grupo, quando as crianças iam aos espetáculos “adulto” e se envolviam e identificavam diretamente com a linguagem da música corporal.

Em “Só + 1 Pouquinho”, o Barbatuques expande as fronteiras de sua arte incorporando elementos da linguagem visual para ajudar a transportar o espectador a um universo onírico que atinja todos os sentidos. A proposta do espetáculo é falar sobre o universo infantil e as diferentes situações cotidianas vividas pelas crianças, que desencadeiam nelas experiências emocionais conflitantes, como: o medo de dormir, a insegurança com a escola, o primeiro amor, os questionamentos sobre a origem da vida, a formação da identidade, o envelhecimento dos avós; etc. Esses temas são abordados em 10 canções inéditas de autoria do grupo e interpretadas ao vivo pelos músicos-atores que exploram a percussão corporal e vocal como meio de expressão.

Ao propor um mergulho da criança em suas questões mais íntimas e delicadas, o espetáculo propicia aos pequenos a possibilidade de lidar com seus medos e fragilidades de forma leve e lúdica.

Para essa empreitada, o Barbatuques conta com a direção cênica de Dafne Michellepis, direção musical de Carlos Bauzys, Iluminação de Miló Martins e cenografia de Ana Turra.