INTEGRANTES

INTEGRANTES

TAIS BALIEIRO, além de arquiteta, é bailarina profissional de sapateado e percussionista.

Realiza shows com o Barbatuques desde 2012, passando a integrar o grupo em 2013.

Professora e coreógrafa de sapateado para crianças e adultos. Participou de cursos e workshops com importantes nomes do sapateado nacional e internacional. Integrou o grupo de música, dança e teatro TroupeDhapé, onde teve o primeiro contato com a percussão corporal. Na Espanha, onde morou durante nove anos, fundou o grupo TOK, de percussão corporal, atuou em vários grupos de música, entre eles Tambor de Saia e Mandacarú, de música tradicional brasileira e foi co- criadora do Musical Infantil autoral EPA.

É integrante da Orquestra do Corpo, dirigida por Fernando Barba.

Charles Raszl é violonista, performer, arranjador, compositor, arte-educador e diretor musical e teatral.

Estudou violão erudito e regência coral (Escola Municipal de Música – SP/Brasil) e violão popular (Universidade Livre de Música – SP/Brasil) entre 1997 e 2004. É graduado em Educação Musical pela Universidade Federal de São Carlos.

É professor no Instituto Brincante, referência em cultura popular brasileira, desde 2013. Concebeu e dirigiu espetáculos cênicos musicais e, como diretor musical, compôs trilhas originais para diversos espetáculos de dança, teatro e curtas metragem (animação em 3D e “stop motion”).

Em 2013 desenvolveu o solo “Prato Feito”, apresentado no “Festival Italiano de Percussão Corporal – Terni/Itália”, fruto da pesquisa sobre técnicas de percussão corporal e danças tradicionais brasileiras. Participou de diversos Festivais Internacionais de música com o grupo Barbatuques (EUA, Turquia, Peru, Argentina, Colômbia, Polônia, Áustria, Eslovênia, Alemanha, França, Suiça, Itália e Desde 2013 promove workshops e apresentações em diversos países do mundo como Alemanha (Nuremberg, Hamburg, Kassel, Frankfurt e Hannover), Turquia (Istambul), Polônia (Varsóvia, Wroclaw e Bydgoszcz) e Itália (Roma, Milão, Torino, Trento, Perugia e Terni), difundindo a pesquisa entre a música corporal e danças tradicionais brasileiras (côco, frevo, samba e “capoeira”), por influência direta do Barbatuques e outras manifestações culturais que resultaram numa técnica de percussão corporal (Gumboots, Sapateado americano e Hambone).

Atualmente é integrante do grupo Barbatuques e diretor musical de companhias de teatro de São Paulo.

Músico, compositor e arte educador, é coordenador geral do Barbatuques e integrante do grupo desde sua formação.

Seus últimos trabalhos incluem a produção da trilha do game “Angry Birds Rio 2”, juntamente com Renato Epstein e a composição da música “Beautiful Creatures”, em parceria com Renato Epstein e Taura Stinson, que entrou na trilha do filme Rio 2, de Carlos Saldanha.Em novembro de 2013, fez a preparação do elenco da Rede Globo para o clipe de final de ano, junto com Maurício Maas e Renato Epstein. Foi produtor do segundo disco do Barbatuques, “O Seguinte é Esse” (2005), junto com Fernando Barba e Bruno Buarque.

Além de compor para o Barbatuques, tem um disco solo chamado “Junina”, com co-produção de Sérgio Reze, do qual participam André Mehmari, Monica Salmaso, Luciana Alves, Mané Silveira, entre outros. Também fez trilha para diversos filmes e espetáculos. Entre as mais recentes, destacam-se a vinheta do Animamundi, de Alê Abreu (2011) , a coleção de apps para tablet “Era um vez em Inglês” (2014), e a peça “Doncovim Proncovo” (2014).

Há 13 anos toca com o grupo Cochichando, na renomada casa de São Paulo, Ó do Borogodó. Como produtor gráfico, fez mais de 50 capas de CDs, incluindo os três CDs do Barbatuques e também o DVD.

Educador, trabalha como professor na Formação de Músicos Educadores da Espaço Musical, sob coordenação de Ricardo Breim, no Colégio Vera Cruz e na pós graduação da Faculdade Cantareira.

Músico, ator e arte-educador, ingressou no Barbatuques em 2001, através da Orquestra Orgânica Performática da Universidade Livre de Música, coordenada por Stênio Mendes e Fernando Barba.

Com o Barbatuques, participou de shows e oficinas dentro e fora do Brasil, ministrando aulas para os públicos mais variados, de crianças a grupos de 3a idade, de artistas e educadores a diretores de empresas.

Trabalhou por muitos anos na Oficina dos Menestréis, fazendo musicais como: “Good Morning São Paulo”; “1492”;  “Putsi”;  “A Televisão matou a Janela” e “Noturno”, este com direção de Oswaldo Montenegro.

Foi assistente de direção na Cia de Artes em 2002 e 2003 e, entre 1995 e 2003, trabalhou com o ilusionista Issao Imamura.

Realizou oficinas de percussão corporal dentro dos projetos “Joaninha” e “Professor Criativo” do Ballet Stagium, direcionado a crianças e educadores.

Músico e compositor, formado pela Unicamp, é fundador e diretor musical do Barbatuques.

Fernando Barba pesquisa o corpo como instrumento musical desde a sua adolescência.

A partir de 1995 começou a ministrar workshops e desenvolveu uma metodologia própria da música corporal, onde aborda timbres, rítmica, dinâmica, técnica, regência, improvisação e composição. Com a intensa colaboração do músico e pesquisador Stênio Mendes, consolidou sua pesquisa, hoje já reconhecida mundialmente e amplamente utilizada na educação musical.

Com o Barbatuques co-produziu os CDS “Corpo do Som” (2002), “O Seguinte é Esse” (2005) e “TUM PÁ” (2012), os DVDs “Corpo do Som ao Vivo” (2008) e “TUM PÁ ao Vivo ( 2014)” e realizou workshops e shows pelo Brasil, Europa, USA, América do Sul, África e Asia.

Também trabalhou em palcos e gravações com diversos artistas tais como Bobby McFerrin, Keith Terry, Stênio Mendes, Badi Assad, Marku Ribas, Chico César, Naná Vasconcelos, Robertinho Silva, Djalma Correa, André Abujamra, Leela Petronio, Max Pollak, Sandy Silva, Jep Mendelez, Corposonic, Tekeye, KeKeÇa, Kantu Korpu, Molodi, Step Afrika!, One Giant Leap e Camille, entre outros.

É colaborador constante do International Body Music Festival (IBMF) criado em 2008 pelo músico e pesquisador norte-americano Keith Terry (Crosspulse) e cuja 3ªedição foi realizada sob sua coordenação em São Paulo em 2010

Arte-educadora e música, integra desde 2002 o Núcleo Barbatuques.

Estudou percussão, violão, piano, canto erudito, popular e danças brasileiras.

É professora de musicalização infantil e coordena projetos de música e educação.

Faz parte da Cantoria Animada que apresenta um divertido repertório de canções infantis, faz shows com o grupo Palavra Cantada, foi percussionista e cantora da banda Comadre Fulozinha e é compositora e arranjadora da banda Sweet Flavour dentre outros trabalhos.

É compositora e intérprete da música “Eu vim pra cantar” presente na trilha sonora do filme Rio 2(2014), com versão em inglês chamada “Don’t Go Away” interpretada por Anne Hathaway.

Baterista e produtor musical, está no Barbatuques desde sua primeira formação, em 1995, onde atua como arte educador e compositor, além de ser responsável pela comunicação do grupo.

Desde então, já ministrou oficinas e workshops e fez apresentações em diversos países da América, Europa, Ásia e África.

É graduado em bateria pela Los Angeles Music Academy (LAMA) e formado em Produção Musical pela Universidade Anhembi Morumbi.

Trabalhou como músico e compositor no programa “ É tudo improviso”, da TV Band; foi monitor de Ivaldo Bertazzo no espetáculo “Mae Gentil”; além de ter se apresentado ao lado de nomes como Bobby Mcferrin, Keith Terry, Carl Smith (Stomp) Çudamani, Banda Gigante, Jogando no quintal, Palhaça Rubra, Badi Assad, Chico César, Estênio Mendes, Marku Ribas, Isadora Canto, Karina Zeviani, Jazzy quartet, entre outros.

Cantora e compositora, é integrante do Barbatuques desde sua formação, em 1995, com o qual se apresenta e ministra workshops regularmente no Brasil e no exterior.

Fez aula de canto erudito com Ula Wolff e Neyde Thomaz e popular com Ná Ozzetti, Regina Machado e Beth Amin.

Estudou flauta transversal com Maicira Trevisan e Zélia Brandão, e teoria e percepção musical com Ricardo Breim e Aída Machado.

Desenvolve um trabalho solo autoral e lançou em 2012 o CD “Espaço Invade”, produzido por Rô Fonseca. Faz parte, ao lado da compositora Vanessa Bumagny e do escritor André Sant’Anna, do projeto “Sons e Furyas”, que reúne música e literatura e conta com a participação dos músicos Zeca Loureiro, Henrique Alves e Rogério Bastos. Cantou nos grupos vocais femininos Arirê e Noivas do Allfreeddo (este último em Curitiba, com o qual montou o show “Flores pro Zé”, com repertório inédito de José Eduardo Gramani).

Criou, juntamente com as cantoras e compositoras Vanessa Bumagny, Ilana Volcov e Rita Figueiredo, o grupo Quadrilátero Experimental, núcleo de composições que resultou no show “Quadrilátero”, que ficou em temporada no Teatro dos Satyros recebendo convidados como Chico César, Barbatuques e João Carlos Martins. Desenvolveu junto à Companhia Os Satyros um trabalho autoral compondo músicas p/ peças como “120 dias de Sodoma” e “De Profundis”, nesta  última participando também como cantora e atriz.

Cantou em montagens de óperas em Curitiba sob a direção de Neyde Thomaz no projeto “L’opera Illustratta.

Graduado em licenciatura pela faculdade de Educação Física da UNICAMP e mestre em Educação pela Faculdade de Educação na UNICAMP, desenvolveu sua pesquisa de mestrado sobre a percussão corporal do Barbatuques.

Entre 1995 e 2001 atuou como dançarino, capoeirista, acrobata e músico em grupos de dança e percussão brasileiras: Abaçaí – Bale Folclórico de São Paulo, Cia de Artes Baque Bolado, Cia. Cênica Nau de Ícaros, entre outros.

Desde 2003 atua como professor de capoeira e atividades circenses no colégio Oswald de Andrade.

Atualmente é professor colaborador da UFSCar – Universidade Aberta do Brasil, atuando no curso de Licenciatura em Educação Musical a distancia, na disciplina “Percussão 4 – Percussão.

Cantora, flautista e arte-educadora, esteve no Barbatuques entre 2000 e 2001, retornando ao grupo em 2011, com o qual vem se apresentando e ministrando oficinas no Brasil e no exterior.

Além de intérprete, atua também na área de elaboração de projetos do grupo.

É formada no curso de Licenciatura em Educação Musical, pela UNESP –SP, e em Ciências Sociais pela USP – SP. Estuda canto com Lu Horta desde 1996 e já participou de workshops de técnica vocal e interpretação com renomados professores, como Thomas Adam, Madalena Bernardes e Felipe Abreu. Estudou violão com Remo Pellegrini, Danilo Moraes e John Flavin;  flauta transversal com Maicira Trevisan e Élsio de La Torre; e teoria e percepção com Ana Fridman e Ricardo Breim.

Foi uma das fundadoras do grupo de circo-teatro Cia. Nau de Ícaros, em 1992, atuando nos espetáculos do grupo até 1996. Foi cantora do grupo de serenatas Trovadores Urbanos, entre 2003 e 2006, com o qual fez inúmeras apresentações na cidade de São Paulo. Também atuou como musicista em espetáculos dos grupos Pé de Palavra dirigido pela contadora de histórias Regina Machado e Lampejo das também contadoras Andy Rubinstein e Urga Maíra Cardoso, além de participar de gravações e shows de diversos artistas independentes.

Atualmente grava seu primeiro CD solo como cantora.

Como educadora musical, deu aulas nas instituições: Centros de Juventude da Prefeitura de São Paulo, Teca Oficina de Música, Galpão do Circo e Espaço Musical.

Cantora e compositora, é uma das fundadoras do Barbatuques.

É também educadora e preparadora vocal há mais 15 anos, com formação em arte-educação; canto-terapia; rítmica; percussão vocal e corporal; e técnica vocal.

Bacharel em Música Popular pela Unicamp, também formou-se em canto-terapia pela “Escola Raphael de Canto e Cantoterapia (Brasil/Alemanha). Estudo técnica vocal com Maurício Martinazzo; arte-educação com Ricardo Breim (Método PAM); canto com Thomas Adam (Alemanha); rítmica com José Eduardo Gramani e cumpriu o módulo 1 de “Audio Vocal” do Instituto Tomatis em Paris.

Junto com Fernando Barba, fez a direção musical do show “TUM PÁ (2011)” e do DVD “TUM PÁ ao Vivo”(2014).

Em seu trabalho solo gravou os discos: “Lu Horta” (2003) e “Paraíso Eu” (2009). Em 2013, começou a lançar as faixas e clipes de seu mais novo projeto, “A Noiva da Cidade”, e foi selecionada para turnê no SXSW, um dos maiores festivais de música independente do mundo.

http://luhorta.com/

Iniciou seus estudos musicais ainda criança e ao longo dos anos estudou piano, violão, gaita, canto e percussão até formar-se em Canto Popular pela Faculdade Santa Marcelina, em São Paulo.

Por cinco anos foi backing vocal da banda de reggae Afetos. Como cantora, participou dos grupos Tricô, Seus Cometas e Grupo Cardume e como percussionista e vocalista, dos grupos: Baque Bolado, Olho da Rua e  Comadre Fulozinha.

Já cantou em discos de compositores como Joao Bá, Péricles Cavalcanti, Zeca Baleiro, Lu Horta, Éder “O” Rocha, Manu Maltez e Grupo Cardume, Mariana Aydar, Pipo Pegoraro e Katya Teixeira.

Como backing vocal, também cantou ao lado de Hélio Ziskind, Renata Rosa, Helô Ribeiro e Massa Rock.

Como professora de musicalização já deu aulas para grupos particulares e nas escolas Teca- Oficina de Música, Espaço Brincar e Te-Arte. Atualmente está na Escola Antonietta e Leon Feffer.

Cantor auto didata, além de integrante do Barbatuques desde 1999, faz parte do grupo A Barca, que pesquisa a música brasileira tradicional há mais de 15 anos.

Paralelamente aos dois grupos, desenvolve uma série de outros projetos, em trabalhos com forró ou samba, além de um show solo, onde canta com diferentes acompanhamentos, como: violão, percussão corporal, pedal de ‘Loop’, berimbau de boca e à capela. Tem um DVD ao vivo, com várias participações, produzido no Itaú Cultural e lançado pela MCD.

Tem um duo de voz e violão com Swami Jr.com um CD gravado,” A Carne das Canções”(2014),produzido por Beto Villares.Por conta deste trabalho,recebeu o Troféu Cata-Vento 2014,de melhor cantor,pela Rádio Cultura AM

Participou em mais de cinquenta CDs de  artistas, no Brasil e fora dele e inúmeros shows,também,como,por exemplo:pocket shows de abertura da turnê “Le Fille”,de Camille(FR),março de 2006;shows com Sandra Nkake,Vincent Segal;participações com Guinga,Dominguinhos,Ná Ozzetti e outros;videoclip com Le Frère Guissé,gravado no Senegal em 2010

Foi um dos cinco finalistas do “Prêmio Visa-Edição Intérpretes” (2002)

Ganhou o prêmio de Melhor Intérprete“Festival da Cultura” (2005)

Ministra oficinas na cidade, na periferia, em outros estados e fora do Brasil, onde mescla conteúdos de percussão corporal com ritmos tradicionais brasileiros e  trabalha ,ocasionalmente, como ator, além de locuções e canto em publicidade.

Maurício (Macalé) pesquisa, desde 1997, sobre as possibilidades de integração entre as linguagens cênica e musical e desde 1994 atua em espetáculos teatrais, seja como ator, na direção musical, sonoplastia e trilhas sonoras.

A peça “A Rua é um Rio” do grupo Tablado de Arruar e “O Mágico de Nós” da Companhia do Quintal, são um dos seus trabalhos mais recentes. Também é músico-palhaço substituto no espetáculo “Jogando no Quintal”.
Como instrumentista participou de diversas bandas, entre estas: Na Roda, Thiago Pethit, Flávio Tris, Kailash, Banda Gigante e Comadre Fulozinha. Leciona teatro e música.

Compositor, violonista e arranjador, atua desde 1989 na área da música popular brasileira.

É integrante do Barbatuques desde sua fundação, em 1995, com o qual vem realizando shows e oficinas pelo Brasil e exterior. É também um dos responsáveis pela área técnica e pela produção internacional do grupo.
Compôs, juntamente com André Hosoi, a música “Beautiful Creatures”, considerada um dos principais temas do filme “Rio 2” da FOX, lançado em 2014. Coordenou, juntamente com André Hosoi, o arranjo e a gravação do tema “Angry Birds Rio 2”, lançado no inicio de 2014. Em 2012, fez a coordenação musical, arranjos e participação na gravação do CD infantil “TUM PÁ”, do Barbatuques.

Como violonista, acompanhou o trabalho da cantora Fabiana Cozza durante dez anos, tendo participado da gravação de seus dois CDs, “O samba é meu dom” e “Quando o céu clarear”, e de seu DVD, lançado em 2010. Também integra o grupo de música judaica Zamarim, formado em 1997, do qual é um dos sócios fundadores. Foi Integrante do grupo Trovadores Urbanos e realizou, durante dez anos, mais de 4.000 serenatas.

É professor de música do ensino fundamental 1, na Escola Lourenço Castanho, desde 2012. Coordenou, juntamente com André Hosoi, o arranjo e a gravação do tema “Angry Birds Rio 2”, lançado no inicio de 2014, além da trilha para o seriado “BUUU, Um Chamado para a Aventura”, do canal Gloob em 2015.